logo
logo

Category : Biblioteca

27 mar 2019

Fronteiras e Fronteiriços é tema de pesquisa do Grupo TRAMA

Jucineth Glória, membro do Grupo TRAMA, apresenta a tese intitulada “Fronteiras e fronteiriços: O eu e o outro nas narrativas de brasileiros e bolivianos” sob a orientação da Profª Dra. Maria Inês Rauter Mancuso. Banca Examinadora: Dra. Maria Inês Rauter Mancuso, orientadora e presidente Dra. Célia Regina Pereira de Toledo Lucena, USP/SP Dr. Jérri Roberto Marin, UFGD Dra. Maria Aparecida de Moraes Silva, UFSCar/PPGS Dr. Fábio José Bechara Sanchez, UFSCar/PPGS – TRAMA PESQUISA – Trama Pesquisa é uma série de […]

02 fev 2019

O pós/trabalho nos canaviais é tema de pesquisa do Grupo TRAMA

Tainá Reis, membro do Grupo TRAMA apresenta sua investigação sobre a trama de sociabilidade tecida pelos cortadores de cana a partir de seu adoecimento. O campo empírico foi em uma região de origem desses trabalhadores, em maioria migrantes, no município de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha/MG. Essa nova sociabilidade – estabelecida com diferentes agentes do Estado (assistentes sociais, psicólogas, médicos), que reorganiza as relações de gênero e tem impactos subjetivos profundos – foi chamada de pós/trabalho, elucidando que a sociabilidade capitalista se estende para […]

31 jan 2019

Trabalho e saúde dos cortadores de cana é tema de pesquisa do Grupo TRAMA

Lúcio Verçoza, membro do grupo TRAMA, apresenta sua investigação sobre a relação entre o trabalho e o adoecimento no corte da cana. Verçoza foi orientado por Maria Aparecida Moraes Silva, do Centro de Educação e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), que estuda as condições de vida e de trabalho dos boias-frias paulistas há mais de 30 anos. “O trabalho de Verçoza representa um salto porque, até então, não tínhamos como provar o nexo causal entre o […]

29 ago 2018
pós/trabalho nos canaviais

Um estudo sobre o pós/trabalho nos canaviais

Ceifando a cana… Tecendo a vida. Um estudo sobre o pós/trabalho nos canaviais. Tese apresentada por Tainá Reis ao Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos. Orientadora: Profa. Dra. Maria Aparecida de Moraes Silva Financiamento: CNPq VER TEXTO COMPLETO: PDF Resumo: O objetivo desta pesquisa foi compreender o pós/trabalho dos ex-cortadores de cana adoecidos, isto é, a nova trama de sociabilidade em que se emaranham. Para tanto, foi delineada uma metodologia de base qualitativa, com observação […]

21 ago 2018
crianças maranhenses

Nas cores dos desenhos, as travessias (não travessuras) das crianças maranhenses

Nas cores dos desenhos, as travessias (não travessuras) das crianças maranhenses. TRAVESSIA – Revista do Migrante. Publicação do CEM – Ano XXXI, n° 82, Janeiro – Abril/2018 TEXTO COMPLETO: PDF Maria Aparecida de Moraes Silva fala sobre o imaginário na migração através de um trabalho desenvolvido com crianças filhas de migrantes maranhenses. Em “Nas cores dos desenhos, as travessias (não travessuras) das crianças maranhenses”, a autora analisa sobre como crianças filhas de migrantes maranhenses expressam, através de desenhos, o seu imaginário […]

14 ago 2018
memória

Terra, mineração e memória de um povo

Después del “Redoble por Rancas”: tierra, minería y memoria de un pueblo. Dissertação de Mestrado apresentada por Lourdes Eddy Flores Bordais ao Departamento de Sociologia da Universidade Federal de São Carlos. Orientadora: Maria Aparecida de Moraes Silva VER TEXTO COMPLETO: PDF A integrante do grupo de pesquisa TRAMA Lourdes Bordais pesquisa temas relacionados á mineração e as comunidades camponesas. No seu trabalho de mestrado ela aborda a relação histórica entre uma comunidade de camponeses na região central do Peru com a mineração, […]

31 maio 2018

Paideia Entrevista Maria Aparecida de Moraes Silva

Maria Aparecida de Moraes e Silva concedeu entrevista ao Programa Paideia Maria Aparecida de Moraes Silva, Professora do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos (PPGS – UFSCar), concedeu entrevista ao Programa Paideia, veiculado no dia 22 de maio de 2018, falando de suas pesquisa em Sociologia Rural. PAIDEIA ENTREVISTA O Paideia Entrevista é parte do Paideia, programa semanal de divulgação científica, apresentando notícias, análises e entrevistas. Uma produção do Laboratório Aberto de Interatividade para Disseminação do […]

03 maio 2018

Quartas Sociológicas: Cem anos, três Brasis. A quem se deveu? Este de agora, a quem se deve?

O Programa de Pós-Graduação em Sociologia e o Departamento de Sociologia convidam para a programação da Quartas Sociológicas. A palestra será ministrada pelo Prof Dr. Herval Pina Ribeiro, do Centro Nacional de Apoio em Pesquisas sobre as Relações Sociais do Trabalho (CENPRAS), dentro da programação das Quartas Sociológicas. A palestra será realizada no dia 09 de maio de 2018, às 18 horas, excepcionalmente, no Auditório do CECH, localizado no AT 2. Herval Pina Ribeiro graduou-se em medicina pela Faculdade de […]

08 fev 2018

Terra, Mineração e Memória no Peru é tema de pesquisa do Grupo TRAMA

O título do trabalho faz referência ao romance publicado por Manuel Scorza em 1970 Lourdes Eddy Flores Bordais, membro do grupo TRAMA, apresenta sua dissertação de mestrado intitulada Después del “Redoble por Rancas”: tierra, minería y memoria de un pueblo. A dissertação trata sobre a relação entre a Comunidade Camponesa de San Antonio de Rancas, na região de Pasco (Andes Centrais do Peru), com as empresas de mineração que operaram e operam na região desde os primeiros anos do século XX […]

31 jan 2018
estranhamento e adoecimento no corte de cana

Artigo sobre estranhamento e adoecimento no corte de cana

Para além do espaço/tempo de trabalho: estranhamento e adoecimento no corte de cana Revista Argumentos. Montes Claros, v.14, n.1, p. 50-70, jan/jun-2017. VISUALIZAR ARQUIVO PDF Tainá Reis. Doutoranda em Sociologia no PPGS-UFSCar, bolsista CNPQ, tem se dedicado a estudos sobre as consequências sociais e subjetivas do adoecimento no corte de cana. Partindo da compreensão de Marx sobre o trabalho como criador de sociabilidade e estranhamento (entfremdung), o texto apresenta resultados parciais da pesquisa realizada no Vale do Jequitinhonha/MG com ex-cortadores […]