logo
logo

Category : Artigo

21 ago 2018
crianças maranhenses

Nas cores dos desenhos, as travessias (não travessuras) das crianças maranhenses

Nas cores dos desenhos, as travessias (não travessuras) das crianças maranhenses. TRAVESSIA – Revista do Migrante. Publicação do CEM – Ano XXXI, n° 82, Janeiro – Abril/2018 TEXTO COMPLETO: PDF Maria Aparecida de Moraes Silva fala sobre o imaginário na migração através de um trabalho desenvolvido com crianças filhas de migrantes maranhenses. Em “Nas cores dos desenhos, as travessias (não travessuras) das crianças maranhenses”, a autora analisa sobre como crianças filhas de migrantes maranhenses expressam, através de desenhos, o seu imaginário […]

31 jan 2018
estranhamento e adoecimento no corte de cana

Artigo sobre estranhamento e adoecimento no corte de cana

Para além do espaço/tempo de trabalho: estranhamento e adoecimento no corte de cana Revista Argumentos. Montes Claros, v.14, n.1, p. 50-70, jan/jun-2017. VISUALIZAR ARQUIVO PDF Tainá Reis. Doutoranda em Sociologia no PPGS-UFSCar, bolsista CNPQ, tem se dedicado a estudos sobre as consequências sociais e subjetivas do adoecimento no corte de cana. Partindo da compreensão de Marx sobre o trabalho como criador de sociabilidade e estranhamento (entfremdung), o texto apresenta resultados parciais da pesquisa realizada no Vale do Jequitinhonha/MG com ex-cortadores […]

03 nov 2017
Reflexões sobre trabalho, gênero e adoecimento no corte de cana

Reflexões sobre trabalho, gênero e adoecimento no corte de cana

Trabalho e Gênero. Reflexões sobre trabalho, gênero e adoecimento no corte de cana A Ruris – Revista do Centro de Estudos Rurais – UNICAMP lança em sua edição de março de 2017 um dossiê sobre processos migratórios e trabalho rural no Estado de São Paulo VISUALIZAR ARQUIVO PDF Organizado pela Professora Lidiane Maciel, pós doutoranda em Sociologia da UNICAMP. O dossiê conta com artigos de pesquisadores de diversas universidades (UNESP, UFABC, UFSCAR, USP, UNICAMP), jogando luz sobre os processos vivenciados […]

02 out 2017
Teto dos gastos versus delação de Silval Barbosa

Teto dos gastos versus delação de Silval Barbosa

Que a delação do ex-governador de Mato Grosso é uma bomba no corpo político e econômico do Estado é fato visualizado, ouvido e lido por toda população. Porém, os detalhes da delação de Silval Barbosa precisam agora ser discutidos e como o que foi apresentado atinge a população no seu dia-a-dia. Numa somatória aproximada dos valores citados nos dozes anexos que trazem os resumos do que foi delatado apresenta um valor de R$ 800 milhões e não está incluso neste […]

30 mar 2017
Grupo TRAMA da UFSCar investiga o trabalho rural a partir de uma visão crítica

Grupo TRAMA da UFSCar investiga o trabalho rural a partir de uma visão crítica

Mariana Ignatios – Publicado em 29-03-2017 10:04 Completando 10 anos, Grupo Trama lança novo site para dar maior visibilidade aos seus trabalhos Analisar criticamente o trabalho rural e temáticas relacionadas é a proposta do Grupo Trama (Terra, Trabalho, Memória e Migração), criado por professores e pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). “O grupo completa 10 anos em 2017 e aglutina pesquisadores de outras instituições de ensino superior do Brasil e da […]

14 mar 2017
sitiantes

Saindo das sombras: mulheres sitiantes paulistas

Saindo das Sombras: mulheres sitiantes paulistas Revista Política & Sociedade Volume 15, Edição Especial, 2016. Artigo das pesquisadoras Maria Moraes, Beatriz Melo e Lara de Moraes. VISUALIZAR ARQUIVO PDF Resumo: A partir de pesquisas desenvolvidas em dois municípios do Estado de São Paulo – Santo Antônio da Alegria, situado na região nordeste, e Jales, situado na região noroeste – com famílias de sitiantes, objetivamos analisar, neste artigo, os papeis desempenhados pelas mulheres para a reprodução social do grupo familiar no contexto do avanço constante […]

09 mar 2017
trabalho rural no Brasil

As distintas faces da intermediação entre capital e trabalho rural no Brasil

As distintas faces da intermediação entre capital e trabalho rural no Brasil Revista de Desarrollo Económico Territorial – N.º 9 – julio 2016 – p. 45-61 Artigo das pesquisadoras Maria Moraes e Beatriz Melo VISUALIZAR ARQUIVO PDF En las últimas décadas, Brasil se ha establecido como el mayor productor mundial decommodities (soja, azúcar, maíz, carne, café) y minerales (hierro, oro, plata, aluminio, entre otros). Para esta gran producción, el capital se ha beneficiado de la movilidad laboral en los diferentes niveles-local, […]

06 mar 2017
contextos rurais e indígenas

Nas roças e nas aldeias: animais em contextos rurais e indígenas

Está no ar o novo número da revista Teoria e Cultura, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFJF O volume contém o dossiê “Nas roças e nas aldeias: animais em contextos rurais e indígenas”, organizado por Luzimar Pereira (UFJF), Elizabeth Pissolato (UFJF) e Felipe Vander Velden (UFSCar). Veja a edição completa clicando AQUI Os textos elaborados por Felipe Vander Velden, Elizabeth Pissolato e Rafael Mendes Júnior, Miriam Stefanuto, Renan Pereira, Flavia Maria Silvia Rieth, Daniel Vaz Lima e […]

15 jan 2017
máquina colheitadeira

No tabuleiro entrou mais uma peça: a máquina colheitadeira

No tabuleiro entrou mais uma peça: a máquina colheitadeira GT 4 – Trabalho agrícola, migração e mudanças tecnológicas na agricultura – Rede de Estudos Rurais Lúcio Vasconcellos de Verçoza VISUALIZAR ARQUIVO PDF Resumo: Em resposta às greves e paralisações dos trabalhadores canavieiros em Alagoas – de 2007 a 2011 –, alguns usineiros reagiram com o emprego de mais máquinas colheitadeiras nas terras planas dos tabuleiros. O presente estudo objetiva analisar a  relação entre o processo de mecanização da colheita e […]

10 dez 2016
trabalho

Qual forma de trabalho é essa? Que espécie de emancipação queremos?

Qual forma de trabalho é essa? Que espécie de emancipação queremos? I Seminário Internacional sobre Trabalho e Reprodução Social: crise contemporânea, desafios do conhecimento e lutas sociais – Maceió/Alagoas – 2016 Lúcio Vasconcellos de Verçoza VISUALIZAR ARQUIVO PDF Resumo: O presente texto busca caracterizar alguns aspectos gerais da forma de trabalho nos canaviais alagoanos e dialogar criticamente com a noção de “condições análoga à escravidão” ou de “trabalho escravo”  – que, muitas vezes, é utilizada para definir o trabalho no […]