logo
logo

Terra, Mineração e Memória no Peru é tema de pesquisa do Grupo TRAMA

O título do trabalho faz referência ao romance publicado por Manuel Scorza em 1970

Lourdes Eddy Flores Bordais, membro do grupo TRAMA, apresenta sua dissertação de mestrado intitulada Después del “Redoble por Rancas”: tierra, minería y memoria de un pueblo. A dissertação trata sobre a relação entre a Comunidade Camponesa de San Antonio de Rancas, na região de Pasco (Andes Centrais do Peru), com as empresas de mineração que operaram e operam na região desde os primeiros anos do século XX até a atualidade.

O título do trabalho faz referência ao romance publicado por Manuel Scorza em 1970, que narra sobre a organização camponesa para a recuperação das terras comunais cercadas e privatizadas pela mineradora. , pois o recorte histórico abrange os eventos após o Massacre de Huayllacancha (1960) até hoje. Ele busca explicar as características contraditórias que marcam esse relacionamento e abre novos horizontes nas vidas dos ranquenhos, com base na expropriação da terra e do ser. Estuda como os ranquenhos, depois de uma luta direta contra a mineração, teriam sacrificado parcialmente sua relação com a terra como um laboratório natural e como um fundamento cultural e teriam dado lugar ao fortalecimento de valores empreendedores e individualistas simpatizantes da mineração na região. Com base em uma análise socio-histórica aprofundada, pretendemos explicar essas mudanças que oscilam entre integração e resistência à expansão da mineração. Finalmente, fazemos uma observação geral desde o complexo teórico de Bolívar Echeverría. O método utilizado é a história oral e a análise documental.

– TRAMA PESQUISA –

Trama Pesquisa é uma série de vídeos de Divulgação Científica. Uma produção do Grupo de Pesquisa TRAMA. Os episódios apresentam pesquisadores do grupo explicando seus campos de investigação.

Visite nossas páginas:

http://www.trama.ufscar.br

https://www.facebook.com/tramaufscar/

Published by

TRAMA

TRAMA

O Grupo TRAMA (Terra, Trabalho, Memória e Migração) dedica-se à pesquisa acadêmica e extensão. Está no PPGS da UFSCar, e é coordenado por Maria Ap De Moraes Silva.

Comments are closed.