logo
logo

Maria Aparecida de Moraes Silva

COORDENADORA –

Formação: Doutorado em Sociologie du Dévéloppement (IEDES) – Université Paris 1 (Panthéon-Sorbonne) (1980).

Atuação: Docente Permanente e Professora livre-docente Visitante do programa de Pós-graduação em Sociologia da UFSCar com bolsa de Pesquisadora Senior da CAPES (2014). Professora colaboradora no curso de Especialização, Sociología de la Agricultura latinoamericana da UNco, na Facultad de Derecho y Ciencias Sociales da Argentina. Professora Colaboradora no Programa de Pós-graduação em Geografia da UNESP de Presidente Prudente. Pesquisadora Nível 1A do CNPq.

Durante quase quatro décadas, venho me dedicando aos estudos sociológicos, voltados para a pesquisa, ensino e interlocução com a sociedade. Embora aposentada formalmente desde 1997, tenho procurado aprofundar as reflexões em torno de uma sociologia crítica, capaz de dar conta das preocupações do campo da sociologia rural, considerado como uma das particularidades do universo das ciências humanas. Assim sendo, categorias de classe/raça/gênero/memória/trabalho são vistas tanto de uma perspectiva analítica como histórica. Esta postura me conduz às chaves interpretativas que não se reduzem ao chamado rural strictu sensu. Por meio de constantes diálogos acadêmicos com professores (as) brasileiros (as) e estrangeiros (as), sobretudo os (as) de América Latina, além de estudantes e orientandos (as), tenho sido contemplada nesta longa caminhada com o prazer de ver meus conhecimentos se consolidando. Ademais, minha preocupação com os sujeitos de pesquisa, trabalhadoras e trabalhadores rurais, tem me inserido no Brasil Profundo, muitas vezes renegado e desconhecido. É o conhecimento deste desconhecido que vem me vigorando com muita força. Ademais, a convivência harmoniosa com amigos (as) do PPG/Sociologia da UFSCar foi e continua sendo um dos alicerces da minha permanência no meio acadêmico.

Projetos de pesquisa em desenvolvimento:

  • Mercado de trabalho e trajetórias femininas na agricultura canavieira paulista (2010-2015). Financiamento CNPq. Projeto individual.
  • As recolhedoras. Um estudo sobre o trabalho feminino no contexto da nova morfologia do trabalho rural paulista. Financiado pelo CNPq. (2016-2017).
  • Participação como professora associada do Projeto temático, Mapeamento e análise do território do hidroagronegócio canavieiro no Pontal do Paranapanema-SP. Relações de trabalho, conflitos e formas de uso da terra e água a saúde ambiental, financiado pela FAPESP. Coordenador: Prof. Dr. Antônio Thomaz Júnior (FCT/UNESP/PP). 2013-2018.

 

Email: maria_moraes@terra.com.br

Published by

TRAMA

TRAMA

O Grupo TRAMA (Terra, Trabalho, Memória e Migração) dedica-se à pesquisa acadêmica e extensão. Está no PPGS da UFSCar, e é coordenado por Maria Ap De Moraes Silva.

Comments are closed.